Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), entidade representativa dos médicos oftalmologistas brasileiros, tem sua pujança construída na alta qualidade do desempenho dos seus cerca de dezessete mil especialistas, profissionais reverenciados como os mais capazes de todo o mundo para a solução de problemas de saúde do olho e da visão. Nestes setenta anos de existência, o CBO tem acumulado grande saldo social porque na questão social tem focado insistentemente no paciente.

Todo o trabalho realizado pelo CBO tem uma origem – o oftalmologista brasileiro – e tem um destino – a população. É pelas pessoas que o CBO busca as melhores condições de atendimento.

É na medicina de qualidade e de compromisso social que o CBO contribui para a melhora da qualidade dos serviços de saúde ocular oferecido aos brasileiros.

No ano passado, o governo instituiu o Programa Mais Médicos com finalidades, entre outras, de “importar” recursos humanos na área médica para o SUS para diminuir a carência de médicos nas regiões prioritárias.

O governo brasileiro pareceu não ter tido preocupação com a qualificação desses profissionais, uma vez que foram importados apenas para a prestação de serviços de atenção básica no SUS.

Com a adoção dessa política oficial, o governo deixa de investir na disponibilização para todos os brasileiros da excelência médica, daquilo que se tem de melhor e de técnicas mais avançadas.

Característica de sistemas socioculturais menos desenvolvidas, a ausência de cuidados com os olhos e suas funções e a falta de educação em saúde quem devia recebê-los, pode influenciar negativamente no desempenho escolar e laboral e, inclusive, provocar perdas irreversíveis da visão nessa população. Por isso, ao apresentarmos esta revista – que traz temas variados, desde o aprimoramento de técnicas cirúrgicas para resultados mais específicos até problemas (oculares) que afetam o motorista que chegou à terceira idade –, queremos agradecer aos colaboradores pela excelência dos artigos e incentivar você, leitor, a não deixar de realizar visitas anuais ao seu médico oftalmologista porque seus olhos merecem atenção! Boa leitura! Milton Ruiz Alves Presidente do CBO gestão 2013-2015.

fonte: http://www.cbo.com.br/novo/geral/pdf/revista-03.pdf

Open chat
1
Olá, como podemos lhe ajudar?