Este ano o Brasil será palco de um dos maiores eventos esportivos mundiais, a Copa do Mundo. Daqui a alguns meses a atenção de todos os torcedores estará voltada para os times, a bola e, principalmente, os jogadores. Mas o que define um bom jogador? E para responder essa pergunta, tão importante quanto analisar a capacidade cardiorrespiratória e ortopédica do atleta é observar também a sua capacidade visual.

A qualidade da saúde ocular do jogador resulta em competências visuais fundamentais para o bom rendimento dele em campo, como: desenvolvimento da visão perifé- rica (ou lateral) possibilitando enxergar melhor o que o cerca, essencial para uma boa defesa durante os jogos; acuidade visual dinâmica, fazendo com que a visão permaneça nítida mesmo quando se está em movimento; e flexibilidade focal, que mantém o foco na bola à medida que esta se move para longe ou em direção ao jogador.

Por isso, é fundamental que o exame oftalmológico seja uma prática rotineira para os jogadores de futebol. Afinal, propicia o tratamento de problemas visuais como miopia, hipermetropia ou astigmatismo por meio do uso de óculos corretores, lentes de contato ou cirurgias refrativas, além de contribuir para o melhor desenvolvimento do atleta como um todo.

fonte: http://www.cbo.com.br/novo/geral/pdf/revista-03.pdf

Open chat
1
Olá, como podemos lhe ajudar?