Segundo pesquisa do IBGE, 80% dos 24,6 milhões de pessoas que possuem alguma deficiência, no Brasil, são cegas ou possuem baixa visão. É interessante dizer que a maioria dos casos de cegueira poderia ter sido evitada se o diagnóstico fosse feito com antecedência. Procedimentos como exames clínicos e aferi- ção de pressão intraocular podem detectar eventuais alterações da visão, em consultas com o oftalmologista que, segundo recomendações de especialistas, devem ser realizadas, no mínimo, anualmente.

As doenças oculares são diversas, e estar atento às medidas preventivas pode fazer grande diferença. Para cooperar com uma melhor compreensão sobre o assunto, a revista Veja Bem tem abordado temas que ampliam a visão de seus leitores com relação à saúde ocular.

Nesta edição, foi publicado, na seção Oftalmopediatria, um artigo sobre a importância do Teste do Olhinho, que detecta possíveis anomalias nos olhos do bebê. Segundo a especialista, Dra. Keila Monteiro de Carvalho, esse é um procedimento pouco divulgado entre pais, porém de grande importância.

Explicar um pouco mais sobre os cuidados do pós-operatório de uma cirurgia de catarata também foi nosso objetivo, nesta edição. Saber que tanto o médico quanto o paciente têm papel importante no período de recuperação faz grande diferença nos resultados.

O comportamento de cada pessoa pode interferir na saúde, por isso temos uma seção específica para abordar temas que revelem atitudes que podem tanto cuidar quanto prejudicar a saúde ocular. Muitos hábitos podem fazer mal a visão, vamos falar um pouco mais sobre isso.

26Nas próximas páginas, você vai conhecer um pouco mais sobre doenças oculares, prevenções, tratamentos e até conhecer alguns termos usados pelo seu médico, que muitas vezes podem dificultar a compreensão na hora do diagnóstico.

Boa leitura!

fonte: http://www.cbo.net.br/novo/publicacoes/revista_vejabem_05online.pdf

Open chat
1
Olá, como podemos lhe ajudar?