São muitas as dúvidas que surgem quando o assunto é cuidar da saúde ocular, por isso nós, da Revista Veja Bem, separamos alguns desses mitos e verdades sobre a nossa visão a fim de esclarecer essas questões e proporcionar ainda mais qualidade de vida.


Limpar lentes de contato com soro favorece o surgimento de infecções?

Substituir as substâncias específicas por soro fisiológico na limpeza das lentes de contato pode levar a infecções ou alergias nos olhos. Isso porque o soro não limpa nem desinfeta a lente facilitando o acúmulo de bactérias, gordura e proteínas. O correto é usar produtos indicados pelo seu oftalmologista, isto por causa do seu tipo de lente. As soluções indicadas limpam, previnem infecções e preservam as lentes de contato.


Olho vermelho é sempre sinal de conjuntivite?
Nem sempre! Existem várias causas para olho vermelho, com ou sem secreção. A verdade é que todo olho vermelho que não melhore em um ou dois dias deve ser submetido a exame por um médico oftalmologista.


Manchas no campo de visão, flashes de luz, visão embaçada ou baixa da visão em um ou ambos os olhos, de causa súbita ou gradual, fazem parte do processo natural de envelhecimento?
Sim. Porém, devem ser investigadas, se possível logo no seu aparecimento, por um oftalmologista, com realização de exame de mapeamento da retina (inclui dilatação das pupilas). As causas podem ser diversas e com graus variáveis de gravidade. Existem doenças oculares, dentro deste contexto, que não apresentam sintomas e, ainda podem ocorrer em apenas um dos olhos e não serem percebidas. Por isso, é de grande importância a consulta imediata com um médico oftalmologista. O quanto antes o problema for diagnosticado, mais eficaz será o tratamento.


Após a cirurgia de catarata, devemos evitar abaixar e levantar a cabeça?
Após a cirurgia de catarata, principalmente nos primeiros dias, é preciso tomar alguns cuidados específicos, como evitar movimentos bruscos com a cabeça. Existem recomendações para cada procedimento cirúrgico, e com cirurgia nos olhos não é diferente, assim como algumas indicações podem variar de médico para médico. Este é um dos motivos da importância da escolha de um profissional de confiança, além de seguir os cuidados por ele passados.


Colocar objetos muito perto dos olhos prejudica a visão?
Não, mas pode dar sensação de cansaço visual pelo fato de a musculatura ocular ficar tensa numa mesma posição, para realizar a acomodação e a convergência necessárias para dar foco na imagem. Em alguns casos, o fato de chegar muito perto de um objeto para poder enxergá-lo com nitidez é sinal da presença de um erro refrativo, regularmente conhecido como “grau no olho”. Neste caso, um exame oftalmológico é importante para investigação do quadro e para determinar se será necessário usar óculos, lentes de contato ou mesmo se uma cirurgia refrativa é indicada.


Quem lê demais fica com a vista cansada?
O sistema interno de focalização do olho funciona muito bem por cerca de 40 anos e depois começa a perder sua eficiência progressivamente fazendo com que a visão de perto fique cada vez pior. Trata-se de presbiopia, popularmente conhecida como ”vista cansada”, e acontece independente de se exigir demais dos olhos.


Ler dentro de veículos em movimento, fazendo esteira ou bicicleta, causa descolamento de retina?
Ler em movimento pode causar tontura, náusea ou desconforto. Entretanto, não afeta a retina, que é uma membrana que reveste o fundo do olho.


Pessoas com os olhos claros enxergam menos que as de olhos escuros?
A capacidade visual não tem relação com a cor da íris. A quantidade de luz que entra nos olhos é maior nos de cor clara e menor nos de cor escura. Por isso, quem tem olhos claros tende a ter mais sensibilidade à luz (fotofobia), mas isso não significa que veja menos do que quem tem olhos escuros.


Crianças que ainda não sabem falar direito podem fazer exame oftalmológico?
Toda criança deve fazer exame oftalmológico ao nascer, em seguida e semestralmente até completar dois anos. Depois, anualmente até dez anos de idade ou a qualquer momento que for notada qualquer anormalidade.


Quem começa a usar óculos para perto fica viciado e tem dificuldade de se livrar deles?
Óculos para perto não viciam. O que ocorre é que com eles sua capacidade de atenção e o seu rendimento no trabalho aumentam. Portanto, o que cativa não são os óculos, e sim o conforto que eles proporcionam.


A pressão arterial influencia no aumento da pressão ocular?
Não. A pressão arterial está relacionada ao fluxo sanguíneo no organismo, é medida no sistema cardiovascular (artérias e veias). Já a pressão ocular tem a ver com a pressão do “humor aquoso”, o fluído entre a íris (parte colorida do olho) e a córnea (parte transparente em frente ao olho). Mas existem casos de pessoas com hipertensão arterial com alta incidência de glaucoma, uma doença causada pela elevação da pressão ocular.


No caso de um acidente ocular, quais são as providências emergenciais a serem tomadas?
Num primeiro instante, é importante lavar os olhos com água limpa em abundância. Exceto se houver perfurações oculares, que devem ser encaminhadas imediatamente ao oftalmologista para as devidas providências (quando possível). Não se deve comprimir o local até que a lesão seja avaliada. É sempre importante a avaliação do oftalmologista, pois ele possui os equipamentos necessários para um adequado exame do olho.


fonte: http://www.cbo.com.br/novo/geral/pdf/revista-03.pdf

Open chat
1
Olá, como podemos lhe ajudar?